Passando o rodo

EFEITO COLATERAL

A matéria publicada na edição impressa desta terça-feira, 16, do Jornal Notícia está provocando grande repercussão na cidade. A reportagem revela alguns detalhes de uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público de Minas Gerais contra agente políticos que ocuparam cargos na Câmara Municipal de Sete Lagoas em uma recente legislatura. Os debates ganharam mais força assim que a publicação também foi feita neste portal.

PROCESSO NA MÃO

A coluna teve acesso ao processo, e está avaliando se os nomes dos envolvidos serão divulgados. Informações já reveladas pelo Notícia, apesar do não acesso ao processo, foram precisas. Teve parlamentar que percorreu mais de 35 mil km de carro em um único mês. O cálculo do MP está muito bem explicado na inicial.

ANTES TARDE…

A Verba Indenizatória abasteceu os gabinetes dos vereadores até o ano passado. Mudanças em legislações internas do Legislativo transformaram em compras comuns em motivos de concorrências públicas. Agora, aluguel de veículos, compra de combustíveis, água mineral e material de escritório são feitas por meio de licitação.

NOVA FORNECEDORA DE CARROS

Por falar em compra comum a Câmara realizou nova licitação de aluguel de carros para os vereadores. Desta vez, uma empresa de Belo Horizonte venceu o processo que, no primeiro contrato assinado em 2017, tinha a unidade sete-lagoana da Localiza como contratada.

VALOR GLOBAL

Agora os carros serão fornecidos pela M&E – Aluguel de Carros Ltda. Serão 27 veículos ao custo unitário de R$ 1.250, totalizando R$ 33.750 por mês. Segundo apurou a coluna, a diferença de preço em relação ao contrato anterior fica em R$ 200 por carro.

JEITO DE CAMPANHA

Duas festas realizadas no último fim de semana ganharam clima de campanha eleitoral. O deputado estadual Douglas Melo (MDB) reuniu amigos e familiares para o seu aniversário no Mercado San Pietro. Já o empresário de eventos João Wellington (sem partido) convidou gente de toda Minas Gerais para uma comemoração em seu sítio em Divinópolis. Os dois são cotadíssimos para o próximo pleito. Douglas vai tentar a reeleição e João Wellington uma vaga de deputado federal.

INVASÃO DE ESPAÇO

Está passando dos limites o incômodo provocado por andarilhos usuários de drogas na região central de Sete Lagoas. Eles ocupam espaços públicos e portas de comércios e, sem cerimônias, abordam quem passa pelos locais pedindo dinheiro e outras contribuições.

SERÁ?

Correntes favoráveis e contrárias ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometem manifestações no próximo dia 24 em Sete Lagoas. Este será o dia de seu julgamento, em 2ª Instância, no chamado processo do tríplex. Vamos aguardar, já que muita gente que bateu panela pedindo a cassação de Dilma Rulsseff anda sumida do mapa.

SEM NOÇÃO

Está marcado para o dia 23 um Ato Público pela conclusão do Hospital Regional de Sete Lagoas. Organizadores do manifesto estão utilizando o evento para desfiar o foco para questões políticas partidárias locais. Um experiente político consultado pela coluna sugere: “este pessoal devia fazer protesto na MG-010, em frente a Cidade Administrativa, é uma obra do Governo de Minas. Aqui, o efeito será quase nulo”.

Compartilhe esta notícia em
error: © Todos os direitos reservados!
O jornal de Sete Lagoas e região
%d blogueiros gostam disto: